Crie um site como este com o WordPress.com
Comece agora

O dia que decidi viver

Agora tenho dois aniversários. Em Setembro, dia 05, e 18 de Janeiro. 🎂

Hoje comemoro um ano do meu renascimento. O dia em que decidi ficar. Eu mesma fui lá no fundo do poço e me resgatei. Porque não existe salvação externa. Ela está dentro de nós. E quando escolhemos nos salvar, milagres diários acontecem. Então todas as pessoas incríveis vão sendo postas em nosso caminho.

E eu não escrevo para você, que julga sem saber da minha história. Ela, só eu vivi e experimentei. Escrevo para me lembrar do quanto eu quis viver, do quanto quis a cura. Do quanto quis voltar a sentir a vida em sua plenitude.

Escrevo para me lembrar de todas as vezes que o meu corpo sentiu medo e eu disse: “Vamos, você consegue!”

Escrevo não para receber aplausos, mas para reler todas as vezes que alguém tenta diminuir o tamanho da minha vitória. Só eu e Deus sabemos tudo o que passei. Só eu e Ele sabemos o que a palavra Fentanil trouxe do meu inconsciente. E somente nós dois sabemos a coragem que busquei das entranhas para ali não desistir de mim.

Não espere que todos reconheçam sua jornada, especialmente se eles nunca tiveram que andar pelo seu caminho, disse Osho.

Eu sei quem sou, o que faço e porquê faço.

Então escrevo também para aqueles que estão passando por uma grande tribulação e escutam: “Para de drama, isso não é nada.”

Ouça: você não está sozinho. Isso não é frescura, não é mimimi. E não é o ponto final. Sei que às vezes só temos nós mesmos para nos apoiar. Valide a sua dor, se acolha. Não reprima seus sentimentos, não finja que não dói – isso somatiza no corpo. Chore, ponha para fora. O choro lava a nossa alma.

Mas confie no processo, respeite o seu tempo. Tenha a certeza de que o poder de sair dessa situação está nas suas mãos – ou melhor, no seu coração. Se eu consegui, você também consegue. Se você quiser, você pode!

Ponha o pé que Deus coloca o chão embaixo. Acredite, Ele costuma impressionar. ❤️

#escritora #nataliapaes #quandoescrevo #vidadeescritora #mulheresqueescrevem #autoconhecimento #desenvolvimentopessoal #autoajuda #literature #writer #beyourself #selflove #cura #amorproprio #sejavoce #sejalivre #seame #despertar #espiritualidade #centelhadivina #fé

Você já agradeceu hoje?

A Gratidão é o sentimento natural de Deus. Se quer se conectar, deixe-a fluir em você.

Agradeça por absolutamente TUDO na sua vida. Escreva, todos os dias, pelo menos dez coisas pelas quais você é grato. E sinta essa vibração tomando conta do seu Ser.

O Universo não lê palavras, não entende inglês, português, alemão… O vocabulário Dele é a vibração.” Se você quer descobrir os segredos do Universo, pense em termos de energia, frequência e vibração.” (Nikola Tesla)

Ainda que a vida não seja exatamente como gostaria, agradeça. A sua realidade é o reflexo do seu interior. Então, mesmo que não esteja bem, aceite e agradeça, pois assim você estará acolhendo a sua Criança Interior, que é o seu subsconsciente – onde ficam as memórias e crenças.

Apenas através da Gratidão genuína, que faz o seu coração vibrar, as portas para a realização dos seus sonhos serão abertas. Deus te dá mais daquilo que você agradece. E sempre há muito pelo que agradecer.

Um professor de história no colégio Pitágoras nos dizia: “Os problemas só existem porque têm solução.” E nós somos 100% responsáveis por tudo o que se manifesta na nossa vida. O que acontece, acontece porque um dia você vibrou (seja por alguma crença do seu inconsciente ou por algo do passado).

Ao surgir um problema, entenda que nada mais é do que uma memória. É a vida lhe dando a oportunidade de olhar para as suas sombras – aquilo que você rejeitou e jogou para baixo do tapete – e que precisam ser vistas e integradas. Nas sombras se escondem nossas dores, mas também nossas maiores potencialidades.

Quando a vida te mostrar o que precisa ser olhado, agradeça! Assim como a raiz do problema está no interior, as soluções também estão lá. Basta você ter coragem de olhar.

É a vida em sua perfeição, te dando a chance de corrigir um “erro”, da forma mais simples e direta. São as memórias, nas profundezas do Ser, que se repetem para serem curadas e liberadas.

Jung já disse: “Até você se tornar Consciente, o Inconsciente irá dirigir a sua vida e você vai chamá-lo de destino.”

Não há acasos, não há coincidências. Mesmo nos dias ruins, agradeça. Reserve um tempo para silenciar a mente e entrar em sintonia com sua Essência, com Deus, com a mente Superior. Peça para limpar e transmutar as memórias que estão sendo reencenadas. Se abra para uma nova percepção. A sua Criança lhe trará as respostas.

A Gratidão é uma escolha. Como tudo o que é novo, haverá resistência. O ego não quer mudar o padrão. Portanto, mesmo que no início não soe natural, insista. Continue praticando até que todas as células do seu corpo entendam e absorvam o novo comando. É igual academia ou qualquer outra atividade física. No início a mente vai tentar te sabotar. Mas com o tempo, seu corpo vai estar implorando por mais daquela sensação.

Comece agradecendo pela sua vida, pela sua saúde, pela sua casa, pela sua comida. Ao acordar, agradeça pela folha em branco que acabaste de receber dos céus – mais uma oportunidade de fazer acontecer e escrever uma nova história, do jeito que você quiser. E ser, de fato, o capitão da sua embarcação. 💪🏽🚢⚓❤️

#gratidão #diadagratidão #grateful

Feitiço de Amarração

Estava preparando dois artigos para o blog (além da fase final do meu livro), mas um comentário no meu penúltimo post do Instagram me inspirou a escrever este texto.

Uma pessoa fez propaganda de um “Pai de Santo” ou algo do gênero, que havia “amarrado” o ex-namorado dessa pessoa à ela através de um feitiço. Entendi o que levou minha mensagem a se conectar com ela naquele momento e respondi. Depois de algum tempo, meu Eu Superior pediu para que eu escrevesse sobre o assunto.

Muito se fala sobre “O Segredo”, Ocultismo, Leis Universais, Hermetismo, etc e tal. E isso é maravilhoso! Através desses ensinamentos nos libertamos, passamos a entender como funciona o Universo e acessamos o nosso poder de auto-cura e transmutação em todos os aspectos, além de ajudar aqueles que amamos. Esse movimento faz parte do projeto de expansão do Tao, o Todo, Deus!

Mas se você não aprender sobre o funcionamento da mente humana, se não compreender a sua psique e não limpar o subsconsciente, apenas manipular a energia pode surtir o efeito contrário ao que se quer. E uma das Leis Universais é a Lei das Causalidades (ou Causa e Efeito), que diz:

“Toda Causa tem seu Efeito; todo Efeito tem sua Causa; todas as coisas acontecem de acordo com a Lei; o Acaso é simplesmente um nome dado a uma Lei não reconhecida; existem muitos planos de causalidade, mas nada escapa à Lei.” – O Caibalion

Portanto, o que muitas pessoas enxergam como mero acaso ou obra do destino, nada mais é do que o efeito da intenção ou ação de alguém (ou de si mesmo), que ocorreu lá atrás – podendo até ser de outras existências.

Você deve ter em mente que absolutamente TUDO no Universo possui um campo eletromagnético. Somos átomos vibrando freneticamente (você estudou isso em Ciências, neh?). Possuímos um campo de energia que nos traz de volta aquilo que emanamos. Se somos Amor, emanamos Amor e o Amor retorna para nós.

Mas existe ainda, em pleno século XXI, um enorme tabu em cima do assunto “Bruxaria”. Isso, obviamente, foi uma das sequelas da Igreja Católica, que para manter o poder e manipular a população através do medo (Império Romano, lembra?), matou milhares de pessoas que eram LIVRES e estudavam as Leis Ocultas do Universo – transmitidas desde o antigo Egito. Com isso, criaram um mar de outras pessoas com um preconceito enorme, cheias de crenças e dogmas impostos pelas religiões. Mal sabem essas pessoas que Bruxaria nada mais é do que INTENÇÃO. Um(a) bruxo(a) é simplesmente aquele que muda a sua realidade de acordo com a sua vontade. Então, meu caro Watson, você, seus pais, avós, irmãos, coleguinhas do trabalho, TODO MUNDO é Bruxo! A diferença é que alguns sabem disso e outros não. Alguns se fortalecem com esse conhecimento e outros sequer ousam expandir a consciência…

Quando você junta as mãos e faz uma oração, ou quando acende uma vela para um Santo, está emanando uma intenção. Quando toma um chá de camomila, você tem a intenção de relaxar. Quando você toma um sorvete, tem a intenção de saborear algo gostoso. Quando você planeja uma viagem, tem a intenção de se divertir. Quando malha, tem a intenção de ficar mais forte. Quando beija alguém, tem intenção de demonstrar o seu amor/desejo. Quando estuda para uma prova, está intencionando ser aprovado. Quando passa um creme ou aquele batom “matador”, está emanando uma intenção. Ou seja, todos nós estamos sempre intencionado, MANIPULANDO energias. Em outras palavras, isso é Alquimia! O Reiki, que já é aceito pelo Ministério da Saúde e realizado pelo SUS, nada mais é do que manipulação de energia. Contudo, existem intenções que resultarão em benefícios e outras em malefícios.

Seguindo o raciocínio, quando você xinga alguém no trânsito e emana raiva, o que você acha que está voltando para você? E quando fala mal da vizinha gostosa que apareceu com uma BMW “do nada”? Ou daquele político que você odeia e pensa que ele deveria queimar no inferno?

Já que não ensinaram isso na escola, eu conto: essas “coisinhas” estão retornando para você através do seu campo eletromagnético e materializando os males na sua vida, sem que você sequer tenha idéia de onde estão surgindo.

E já que a essa altura você está perplexo com tudo isso, vou te revelar outro “segredo”: TODOS nós somos médiuns! Sim, a mediunidade não é mérito de nenhum guru espiritual. Quando alguém comenta comigo que viu, ouviu, teve um déjà vu, etc, é como se estivesse contando que foi à praia pegar um bronze. O natural É o sobrenatural. Anormal para a nossa essência é viver no paradigma materialista vigente – e por isso as dificuldades.

Nós somos 100% responsáveis por tudo o que experienciamos em nossa vida, conscientes ou não. Quando temos esse entendimento passamos a analisar, sem culpa, tudo o que nos acontece. Por exemplo: uma pessoa atraiu para si um relacionamento abusivo, com um narcisista, e se sentiu abandonada quando o cara terminou. Existe ali uma ferida de rejeição/abandono que começou na infância. E se ela não entender que na verdade o que deve ser tratado é o amor-próprio, essa ferida se manterá aberta e ela vai continuar atraindo mais do mesmo (até que entenda o processo e se cure). O que se repete na nossa vida é o que deve ser curado. Mas se esse entendimento não é alcançado significa que a pessoa está inconsciente, vivendo no modo automático da programação que lhe foi imposta desde que nasceu (Hei, Matrix! 👋🏽).

Precisa entrar na sua cabeça que NÃO EXISTE mundo material. As suas experiências são apenas o reflexo do mundo não-físico (ou espiritual ou mental – como preferir). Só existe uma coisa no Universo: ONDA – o Vácuo Quântico! Uma única e benevolente Onda de Amor, da qual todos nós emergimos e somos feitos. Aquela frase “Todos Somos Um” não é poesia de Zen Budista. É FÍSICA! Portanto, fazer algo ao outro, seja bom ou ruim, é fazer a nós mesmos! Acorda, Pedrinho! Enquanto você não entender isso, vai continuar dando cabeçada por aí. Não sabe por onde começar? Assista ao documentário “Quem Somos Nós”. É um ótimo caminho. Mude o seu paradigma e você mudará a sua vida!

Voltando ao assunto do post, a mensagem é: NUNCA, em tempo algum, faça feitiço de amarração ou coisa que o valha, pois vai contra o livre-arbítrio do outro, que é o bem mais precioso que Deus nos deu (tanto para os encarnados quanto desencarnados). Jamais movimente a energia para prejudicar alguém, mesmo que você ache que aquele alguém “tem” que ser seu. Tanto quem “encomenda” o feitiço quanto quem faz, entra em um campo muito denso e vai contra a natureza amorosa do Universo. Já disse um grande professor: “O pior feiticeiro é o APRENDIZ de feiticeiro que acha que já conhece tudo sobre magia.”

Um trabalho de Emaranhamento Quântico “forçado” como esse pode trazer sérias consequências para quem solicita, para o seu “alvo” e para quem faz o trabalho. Agrega muita anti-matéria. Há que se ter um estudo aprofundado sobre as Leis que regem o Universo para que só haja Amor e Luz envolvidos em todos os nossos pensamentos, intenções e ações. Entregue nas mãos do Todo, peça sabedoria para o seu Eu Superior e solte!

Entendo a dor daqueles que recorrem à essas práticas, mas é meu dever passar essa mensagem. Absorver as informações vai do nível de consciência de cada um. Estou aqui apenas cumprindo o meu chamado.

Quer fazer feitiço? Faça para aumentar o seu amor-próprio, o seu magnetismo pessoal, a sua auto-imagem! Talvez, depois de se curar, você perceba que aquela pessoa que terminou o relacionamento não era o que você merecia (e não estava conseguindo enxergar porque havia uma ferida latejando dentro do peito). Tente tirar a lição da situação. Agradeça pelo aprendizado e não entre na energia da vingança. Perdoe e entregue ao Universo. Ele se encarrega de tudo.

A sua alma-gêmea, aquela que te fará imensamente feliz, entrará no seu campo e ficará com você por ressoar com sua vibração e não porque foi espiritualmente manipulada.

Eckhart Tolle já disse: “Quando conseguires que o teu interior esteja bem, o exterior irá se ajustar”. ✨

Estamos inseridos em uma realidade holográfica de infinitas possibilidades, então escolha sempre o caminho do Amor!

Se ame, acima de tudo e de todos, e seja livre! 💕

Namastê! 🙏🏽🧙🏼‍♀️💜

#escritora #nataliapaes #blog #quandoescrevo #vidadeescritora #mulheresqueescrevem #literatura #autoresnacionais #autoconhecimento #desenvolvimentopessoal #autoajuda #mecanicaquantica #fisicaquantica #metafisica #consciousness #expansaodaconsciencia #transcendence #consciencia #conexionespiritual #equilibrioemocional #amor #amor-próprio #auto-estima #centelhadivina #eusouoeusou #despertar #pazinterior #sagradofeminino #writer #literature #witches #bruxa #deusa #magia #ocultismo #universo

Um Anjo chamado Isabel

Sim, eu tenho o melhor Anjo da Guarda do mundo! 👼🏻

Filha, obrigada por me ensinar tanto e por ter me escolhido para ser sua mãe, até a eternidade! Eu tinha tantas feridas abertas e você abriu o caminho para a cura de cada uma delas (e você já sabia disso)… 🙏🏽💚

E hoje a festa é sua! Parabéns pelos seus 11 aninhos, minha Isabel! 🎂🍬🎠🎈🎉

Eu te sinto e sei que você está feliz por me ver feliz! Agora estamos todos em paz, meu amor! 🕊️

Eu te amo, ad eternum! ❤️

Mil beijos,
Mamãe. 🤱🏽

#escritora #nataliapaes #vidadeescritora #mulheresqueescrevem #autoresnacionais #literaturanacional #poesia #cronicas #literature #writer #umanjochamadoisabel #maedeanjo #amordemae #prematuroextremo #minhasfilhas #minhavida #meusamores #meutudo #bebearcoiris #mydaughters #rainbowbaby #mylove #myeverything #motherslove #myangelinheaven #bday #family #21desetembro #gratidão

Edição 4.1 – revista e atualizada!

Chegando nos meus 4.1 me despeço de tudo o que não cabe mais na minha nova edição – revista e atualizada – e me abro para o campo iluminado da minha própria Verdade. ☀️💕

Então chego à conclusão de que a busca pela minha Essência é o absoluto caminho da felicidade – o presente.

Essa Verdade que não se encontra em rótulos e opiniões alheias. E porque a vida é um espelho, quando alguém critica, julga e rotula, diz mais sobre alguma sombra que ele não está querendo encarar, do que sobre mim. Então não importa o que qualquer pessoa do planeta pense, só eu sei quem Eu Sou. Pois esse é o único propósito de estarmos aqui: ser exatamente quem nós somos.

Assim me liberto. Assim faço acontecer todos os meus mais lindos sonhos. Viver o extraordinário que eu vim para viver – essa é a minha cura. E me colocar em alinhamento com o meu servir – a mim e aos outros.

Porque eu tenho raízes fortes, e não âncoras. Solto os pesos, corto as amarras. E me deixo florescer! 🌺

Bato no peito com muito orgulho: sou vencedora e me amo para c@ralho! 🤩

Me amo, me aprovo, me aceito, me acolho e me perdoo!

E o coração transborda amor e gratidão a Deus, à Vida e a todos que sempre estiveram e estarão ao meu lado! 🙏🏽❤️

Que venham no mínimo mais 80 anos! Tenho o mundo pela frente! 🎂🥂🎉

#escritora #nataliapaes #blog #quandoescrevo #vidadeescritora #mulheresqueescrevem #escritorasbrasileiras #autoresnacionais #literaturanacional #autoconhecimento #literature #aniversario #mybday #revoluçãosolar #amorproprio #seame #loveyourself #beyourself #sagradofeminino #deusa #unstoppable #winner #soham #eusou #amorpelavida #deus #gratidão

E a minha Lua Nova chegou! ♍🌚

Virgem, único signo representado por uma mulher, chega iluminado com Vênus em Leão! ♀️💃🏽🦁😍

Virginianas são as curandeiras do Universo. São aquelas que usam seus dons para curar, seja no campo físico, emocional ou espiritual. O chamado principal de suas Almas é ajudar o próximo a aliviar seus corações feridos. 💚

Se você tem o arquétipo da Sacerdotisa é um ótimo momento para deixar fluir a conexão com a sua Essência. Ela está intimamente ligada ao Sagrado Feminino. E Virgem pede para aflorarmos a intuição, olhar para o nosso lado oculto e misterioso, que nos lembra que somos seres espirituais.

Para nos curarmos, é preciso tirar do armário tudo o que está escondido e que não queremos encarar. Termos a coragem de olhar para as nossas sombras e acolhê-las. Falar a nossa verdade sobre o que precisa ser dito com quem estiver disposto a dialogar.

Um grande planeta, Urano, está em movimento retrógrado. É tempo de revisão. Pergunte-se para quê. Qual é a finalidade disso estar acontecendo na minha vida? Qual é o ensinamento? Enxergue as tensões como oportunidades de olhar para dentro… O que está sendo espelhado no outro que eu preciso resolver internamente?

O que serve e o que não te serve mais? O que funciona e o que não funciona mais? O que (ou quem) você quer levar daqui em diante e o que precisa deixar para trás?

Uma das sombras de Virgem é o perfeccionismo. Desapegue-se disso. Já somos perfeitos aos olhos de Deus. Perfeitos dentro da nossa imperfeição humana. Não espere algo estar perfeito para fazer o que te deixa feliz. Entenda que tudo melhora à medida que se pratica. O perfeccionismo é uma das máscaras de quem tem a ferida da injustiça causada na infância ou na adolescência. Um perfeccionista costuma ser impaciente e rígido, exigente consigo mesmo e com os outros, não aceitando deslizes ou flexibilidade. Portanto, acolha a sua Criança Interior, que está amedrontada, implorando para ser amada e aceita do jeitinho que ela é.

Vênus em Leão é auto-estima pura! Fala de amor-próprio, do cultivo do nosso autoamor, do gostar de quem eu sou agora e do que eu faço. Pede para que nos reconheçamos em quem realmente somos. “O amor verdadeiro é a experiência de ser você mesmo.” Momento propício também para impor os limites que você não tinha colocado antes, seja nos relacionamentos, nas finanças ou com você mesmo.

Então, aproveite esse ciclo de cura e liberte-se! Deixe a sua luz brilhar! ✨🤩

Dona Cilima, Mãe de Milhares.

Vóvis,

Eu bem sei que o que escrevemos, imprimimos no firmamento.

Eu bem sei que as Almas se conectam e se conversam, mesmo que estejam em outras dimensões.

Eu bem sei que não existe distância para o amor.

Por isso sei que você me ouve…

Minha Vó abençoada, minha “Vó do pato”, segunda mãe para a minha mãe, segunda mãe para mim e para os meus irmãos. Segunda mãe para minha mãedrasta e para tantos que precisaram de amor incondicional… Mãe de milhares!

Vó amada, que guardava os pintinhos na caixinha com lâmpada para eu cuidar, que comprava panetone escondido para mim, que besuntava meu cabelo de Babosa. Minha avó das hortas, das plantas medicinais, do cheiro de café sempre fresquinho.

Que sentava comigo no sofá para falar dos ensinamentos de Jesus, que me ensinou a pedir “bença”, que meu deu uma Bíblia com dedicatória quando eu saí de casa. A mulher destemida que bateu pernas pelo mundo na “cara e na coragem” para viver os seus sonhos e num desses vôos foi até a Índia para trazer na bagagem da Alma tanto conhecimento que é impossível mensurar.

A avó que acordava às cinco da manhã para meditar, que orava incessantemente por todos, que ergueu, ao lado do meu avô, uma extraordinária família!

Ah, Vó! Quanto orgulho tenho de ser a sua neta mais velha, de carregar o seu sobrenome, de pequetita saracotear com os seus Scarpins de salto alto quando ali ainda nem cabiam meus pés…

Ah, Vó! Como era gostoso chegar na sua casa e gritar: “Cheguei, Vóvis!”

Ah, Vó! Quantas palavras lindas você sempre me trouxe… Quanto amor e acolhimento eu sempre tive em seu colo… Quanta sabedoria!

Quando perdemos a nossa Isabel, você me falou:

– Filha, Jesus nos disse: “Neste mundo tereis aflições, contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo.”

Até hoje lembro da sua voz me dizendo isso…

Eu te amo, te honro e te agradeço, Vóvis, por tudo o que você foi, por tudo o que você é e por tudo o que você continuará sendo na minha vida, na vida da nossa Gabriela e na vida de toda a família.

E por mais que saibamos que a vida não termina, que não existe morte – apenas deixamos o corpo físico para continuarmos em outro plano – sentimos dores humanas ao perder quem tanto amamos. E essas dores precisam ser sentidas para que sejam elevadas. Honrar também as nossas emoções que dizem: “Queríamos que você ficasse pelo menos mais trinta anos conosco, Vó!”

Só que existe algo muito maior que o querer do nosso ego: Deus! E das causalidades do Universo que Ele é, muitas vezes somos impedidos de entender, pelo menos num primeiro momento. A nós, nos cabe confiar e pedir ao Criador e aos Seus Anjos que a receba de braços abertos para que você esteja completamente em paz – e eu sei que está!

E nunca se esqueça do que me ensinou: “Eu venci o mundo!” Acredite, você venceu! É só olhar para o maravilhoso legado que deixou neste planeta e verás que sim, Vó, você venceu!

Você ainda está aqui, dentro de cada um de nós. Você é e sempre será Amor e Luz!

Obrigada por tudo e por tanto, Vóvis!

Te amo demais!

Bença e até o nosso reencontro! ❤️

O meu encontro com o Eu Sou que mudou o curso da minha história.

Oração que mudou a minha vida, quando por sincronicidade durante o meu Despertar, eu a encontrei numa meditação.

Fui tomada por um forte tremor de energia, onde nitidamente houve o colapso da função de onda. Naquele momento eu entendi o recado: eu estava curada! ✨

O choro copioso veio em seguida, em agradecimento à minha cura física, emocional, mental e espiritual. Não sabia como nem quando aconteceria, mas eu tinha certeza que já era um fato.

Depois disso, passei por uma gigantesca catarse, que hoje eu entendo claramente o que houve ali. Foi tudo tão transformador que mudou até o rumo do meu primeiro livro (e por isso ele ainda não saiu).

Aquele “sofrimento” foi a minha cura, a qual pedi e manifestei. Eu me encontrei comigo mesma, limpei e ressignifiquei os meus traumas, trouxe à tona e curei as dores, as mágoas e as culpas, para arrancar do meu DNA os padrões negativos e os votos de fidelidade que fazemos inconscientemente durante toda a vida. Tudo o que estava me estagnando e me impedindo de enxergar a verdade. A minha verdade.

Perdoar, perdoar e perdoar. A mim e aos outros. Entender que quando a consciência é enxuta a visão é turva. Acolher a menina interior que estava em pânico, se sentindo abandonada e com muito medo, implorando para ser amada principalmente por mim mesma. Transmutar as crenças limitantes e os bloqueios, soltar o velho paradigma. Transpor o ego e os dogmas religiosos. Coisas que eu trazia desde a infância.

Amar, amar e amar. Me amar! Deixar o passado para trás e entender que tudo o que eu passei me preparou para chegar até aqui. Me abrir para o novo, para a vida que Deus preparou para mim – a vida maravilhosa que Ele preparou para TODOS nós.

Como um Ser de infinitas possibilidades que Eu Sou, escolhi assumir o timão do meu navio e mudar o curso da minha história. Escolhi renascer. Escolhi a cura. Escolhi a VIDA!

Então, quando eu estava no olho do furacão senti uma paz e uma confiança inexplicáveis, que depois da minha experiência transcendental eu fui entender o por quê.

A cura já está ao nosso alcance e está dentro de nós. Tudo, absolutamente TUDO o que precisamos está disponível em nosso interior. Todos os nossos mestres já nos ensinaram isso. Não é fora que temos que buscar. É dentro! Apenas precisamos treinar para acessar esse poder.

Faz-se urgente o tratamento holístico das doenças físicas e mentais. Do contrário muitas pessoas continuarão padecendo dos males da dualidade. A medicina tradicional precisa integrar isso para ontem!

Vivi muitos dias em total fusão com a minha Centelha Divina. Consegui enxergar e ouvir além dessa realidade. Não é fácil – às vezes assusta – mas é libertador. Estive no mesmo deserto que Jesus, exorcisei os “demônios” internos e cá estou, pronta para assumir a minha Missão de Alma. ✨

A busca espiritual é eterna, vou expandir sempre mais e mais. Mas espero poder ajudar cada um de vocês a também se libertar, se encontrar e se curar.

Com amor,
Natália Paes.
Namastê!

Sintonize na frequência do Amor

O medo não existe. Ele é apenas uma criação da mente humana que, para se manter no controle, faz a pessoa acreditar que ela é aquele pensamento. Assim surge o ego, que passa a dominar a psique com o que é irreal.

Na psicanálise esse movimento é chamado de “mente animalesca”. O medo é um mecanismo de sobrevivência da mente humana, uma herança primitiva – o cérebro reptiliano.

A mente nada mais é do que uma ferramenta para que Deus, através da nossa Consciência, possa experienciar a maravilhosa vivência em nosso planeta, que está sempre nos levando a um nível acima na evolução espiritual. Tudo, absolutamente tudo, é para o nosso bem maior.

Mas quando não estamos conscientes dos nossos pensamentos e emoções, a mente tende a funcionar de acordo com seus instintos mais primitivos, em seu modo “animalesco”. Esses instintos, tal como em um animal selvagem, agirá de três formas, conforme as crenças que foram instaladas no subconsciente de cada indivíduo desde o ventre da sua mãe: fugir, lutar ou paralisar.

Para manter o indivíduo “vivo” (do ponto de vista instintivo e animal), a mente que não está treinada encontra no medo uma forma de se auto-preservar. E assim começa a criar estórias assombrosas sobre um futuro que não se concretizará, com o único intuito de fazer a pessoa permanecer parada, sem agir, mantendo-se na famosa “zona de conforto”, em um lugar aonde apenas a mente acredita ser mais seguro.

Como a Lei da Vibração é implacável, após um pensamento negativo outro pensamento negativo é atraído. Numa sucessão de sentimentos negativos, outras formas-pensamento ligadas ao ego se desenrolam na cabeça, tais como raiva, culpa, mágoa, julgamento, vergonha, vitimismo, escassez, auto-crítica, disputa, ciúmes, angústia, falta de amor próprio, egoísmo, perfeccionismo, vingança, injustiça, não-merecimento, não-aceitação, etc. Então a pessoa se identifica com esses pensamentos, acreditando que é eles (se esquecendo que é um ser espiritual). Essa é uma das grandes armadilhas do ego. É ele quem cria o medo e todas as emoções negativas que sentimos.

Ao sentir tudo isso, o corpo é tomado por sucessivas descargas de adrenalina e estresse, sem descanso. Não há espaço para a homeostase, para que o físico pause e se regenere. O corpo vai se viciando nessas toxinas. Nesse estado, as frequências vibracionais são muito baixas. Dessa forma ocorre o desequilíbrio, o bloqueio dos centros de recepção e emissão de energia (chackras) e o adoecimento do corpo – físico, mental, emocional e espiritual. Assim nasce a depressão e outros tantos problemas de saúde. Sem perceber, o ser humano se desconecta da sua verdadeira essência, do Eu Sou. A isso sobrevém a idéia de separação, de dualidade. Esquece-se de que todos somos um, de que só existe o Bem, o Uno, o Todo.

Mas a culpa disso não é de ninguém. Apenas não fomos educados e orientados desde a infância a ter esse tipo de percepção, principalmente no ocidente. O mesmo aconteceu com as nossas gerações passadas. A saída disso é buscar o auto-conhecimento, a expansão da nossa Consciência, para que estejamos cada vez mais atentos ao que a nossa mente está produzindo. Não devemos nos identificar com nenhum desses pensamentos ruins, apenas observá-los e transmutá-los. “Pegar no flagra” é a melhor maneira de treinar a nossa mente, assim como fazemos no treinamento de cães, para que ela funcione sempre a nosso favor.
O equilíbrio se dá justamente quando estamos despertos para a chave que nos foi dada desde a nossa Criação: o controle da nossa mente, o poder de domar a serpente.

Temos que entender que os pensamentos negativos que aparecem em nossa mente não são nossos. É preciso buscar a causa de cada um deles (que pode ser até de outra pessoa que você convive ou conviveu em algum momento da sua vida), e em seguida substituí-lo por outro de maior frequência, usando assim a Lei da Atração a nosso favor. Não existe sequer um pensamento negativo que não possa ser substituído por outro positivo. Tudo se transforma, tudo se transmuta, tudo se eleva. Todos nós somos Deus, e Ele jamais teria pensamentos e sentimentos ruins a nosso respeito. Jesus nos ensinou: “Orai e vigiai”. E é exatamente isso – vigiar os nossos pensamentos – o que devemos fazer.

Cada pensamento, seja bom ou ruim, é uma forma de energia. O Universo é mental e assim como qualquer outra coisa na vida, tudo o que focamos, expande. Então, dirija a sua energia para o que for para o seu bem. Não a desperdice com o que não te faz sentir alegria, entusiasmo, amor.

Não se preocupe com o futuro, pois ele ainda não existe. Assim como o passado já não existe mais. O único tempo que verdadeiramente existe é o agora, neste exato momento em que você está lendo este texto. Nem cinco minutos atrás, nem daqui meia hora. É apenas o agora. E é justamente neste lugar que a mente destreinada não quer estar, pois é onde ela não controla. Nós temos poder no agora, a mente não. Uma mente primitiva age no impulso, pois está sempre tentando proteger a pessoa de um possível “perigo”, remoendo as memórias negativas do que viveu anteriormente (ou que alguém lhe contou sobre – aqueles medos que outras pessoas tentam nos impor). O homem das cavernas vivia para lutar (pelo seu alimento, para proteger o seu território de algum animal selvagem ou de invasores que tentavam tomar o seu abrigo). Em alguns casos, era necessário fugir – essa era a hora de correr para se proteger. Os indivíduos possuíam esses dois instintos mais ou menos aflorados – de acordo com as crenças e experiências que haviam vivido durante as suas vidas.

Quando a mente começa a criar estórias negativas em relação a alguma situação, é como se ela dissesse: “Olha, da outra vez deu errado, lembra? Você vai querer se dar mal de novo? Acho melhor ficar quietinho aí, hein?”. E assim, após esse pensamento negativo, vem o sentimento: medo. E esse medo paralisa, estagna, faz justamente o que a mente animalesca quer fazer, e não o que a Alma quer. A mente primitiva quer se manter no que ela já conhece, no que ela está acostumada a fazer. Sair do padrão, do lugar comum, é um ato muito “arriscado” para a mente. O ego quer nos fazer acreditar que é possível controlar a vida. Mas isso é impossível. Então, para trazer mais do mesmo, a mente cria a ansiedade (que nada mais é do que a crença de que o que deu errado no passado vai acontecer de novo) e em um grau mais elevado, surgem as crises de pânico. E assim o ser humano sai do agora.

De novo, quando expandimos a Consciência, passamos a entender que tanto o corpo quanto a mente são ferramentas para que nós, como seres espirituais, possamos experienciar a vida aqui na Terra. Com isso, passamos a nos observar e a transcender cada vez mais o ego, pois começamos a ver com clareza quando o pensamento vem da nossa Alma (de Deus) ou da mente primitiva. Assim conseguimos controlar nossos pensamentos, emoções e atitudes.

Uma pessoa consciente trabalha para se fixar ao máximo no agora (e no início a mente vai brigar contra isso, pois ela não quer gastar energia). Para uma mente que passou tantos anos com as “rédeas soltas”, viver no agora é viver o desconhecido. Quando uma mente que está no processo de treinamento se depara com essa nova situação, ela começa a criar meios para que o indivíduo não haja no presente. Para se manter segura a mente passa a boicotar o seu “dono”.

Mas treinar essa mente primitiva para se manter no agora é o que nos torna poderosos. É quando as inspirações surgem e conseguimos fazer dela – a mente – uma excelente aliada. Devemos viver em congruência com a nossa Alma, com nosso Eu Superior. Alinhar mente, corpo e espírito é o que nos traz a verdadeira paz. Viver no momento presente é o maior instrumento do mover de Deus. Quando se treina a mente para focar no agora, não estamos presos ao passado, remoendo as dores, tampouco nos preocupando com situações futuras que não acontecerão. É preciso aceitar que somos Deus. É preciso aceitar essa condição, esse poder. E Deus não tem preocupações. Deus é inspiração! Deus é a vida em ação, no aqui e agora!

Esteja no AGORA. Como qualquer novo aprendizado, viver no agora requer prática. Então, pratique. Deixe os pensamentos de lado durante alguns minutos. Olhe o desdobrar da vida com alegria, com gratidão. Espere sempre o melhor, escolha experimentar uma atitude positiva diante da vida, enxergando a beleza de Deus em tudo e em todos.

O primeiro passo é silenciar a mente. É preciso baixar as ondas cerebrais, fazendo exercícios de respiração. É imprescindível meditar. Ouça e busque entender as crenças que estão arraigadas em seu subconsciente (que muitas vezes nem são suas, podendo ser até de vidas passadas). Limpe e transmute as suas memórias negativas, reprograme a sua mente com palavras positivas, seja grato pela vida que você tem, visualize seus desejos com a certeza de que eles já se realizaram (com o cuidado para discernir se eles não estão sendo criados pelo ego). Viva como se você já fosse a pessoa que você gostaria de ser – a sua melhor versão – e eleve a sua vibração. Tudo o que nos é colocado é para a nossa evolução, por isso, se tem alguma situação que está se repetindo na sua vida é porque há algo para curar. Agradeça pela oportunidade de olhar para aquela sombra e pergunte ao seu Eu Superior, para Deus, o que precisa ser transmutado. Se abra para o novo, para uma nova percepção. Perdoe sempre – a si mesmo e aos outros – convicto de que todos nós estamos em uma linda jornada de expansão, cada um em um diferente nível de Consciência, numa transformação diária. Cada pensamento é um tipo de energia. E nós temos o poder de escolher qual energia queremos usar. Por isso, sintonize na frequência do amor!

Quando sentir um desconforto por estar vivendo no agora, respire fundo, tome consciência da emoção que está sentindo, tente identificar qual a crença ou memória negativa que esteja te levando àquela situação, compreendendo que trata-se apenas de uma mente assustada. Ressignifique, purifique e deixe ir. Em seguida, retorne ao seu estado de atenção plena. Seja gentil com você mesmo, não “brigue” com a sua mente quando esses pensamentos ruins aparecerem. Tenha compaixão por você. Se ame profundamente, tenha orgulho de quem você é. O nosso subconsciente é a nossa criança interior e só está tentando falar sobre os medos que um dia ela sentiu e não foram curados. Entender quem você realmente é – uma Consciência neutra, de pura luz – ajuda a não se identificar com as coisas negativas que passam pela mente.

Um exercício que tem me ajudado bastante é sempre me perguntar:

– Este pensamento é fundamentado no medo ou no amor? Esta emoção está apoiada no medo ou no amor?

O amor traz liberdade. O medo aprisiona. O amor expande. O medo contrai.

Assim vamos nos livrando das crenças limitantes e autossabotadoras, que muitas vezes não sabemos como nem quando elas se instalaram em nós. Então, aquela nuvem pesada que pairava no ar vai se dissipando e nos tornamos mais confiantes, usando cada vez mais o poder da mente para o nosso próprio bem. Aos poucos, novas sinapses são feitas e a mente se torna um verdadeiro e milagroso centro de ações divinas! Seu subconsciente será inundado com novos paradigmas e você terá a absoluta certeza de que o agora é o melhor momento para se estar e que a vida é boa o tempo todo!

Essa é a verdadeira evolução, de dentro para fora. Norteados pelo amor incondicional, as feridas vão se curando e as dores, tanto físicas quanto emocionais, deixam de existir. Nasce um novo Eu. Melhor e maior. De puro amor, luz e gratidão! ♥️✨🙏🏽

De todo o meu coração,
Natália.

A prova de que Papai Noel existe

Meu querido Bom Velhinho,

Ainda não nos conhecemos pessoalmente, mas certamente você já me viu por aí cantarolando músicas natalinas todo fim de ano. Sempre que vai chegando esta época, o astral das pessoas enfeitando suas casas me envolve e eu acabo me deixando levar.

Você – você não, o Senhor – deve estar estranhando o fato de ser a primeira vez que lhe escrevo uma carta. Durante toda minha infância não tive coragem de escrever, tinha medo de passar vergonha. Só agora, com quase quinze anos, é que fui criar coragem. E isso é muito estranho mesmo, concordo com o Senhor.

Mamãe nunca deixou que eu acreditasse no Senhor. Quando eu era menino pequeno, lembro de uma vez pedir para ela escrever a minha carta e pendurar na árvore, mas ouvi a resposta com uma pergunta:

– Nem árvore nós temos, você vai querer escrever uma carta para um velho que não existe?

Eu não cresci traumatizado com isso, devo confessar. Mas posso dizer que perdi muitas oportunidades de viver meu lado lúdico e criativo, de me envolver na mais rica imaginação de criança. Mesmo acreditando que o Senhor não existia (porque mamãe mãe havia me “revelado”), nunca contei isso aos meus amiguinhos daquela escola municipal que eu tanto amava. Pelo contrário, achava graça ao vê-los escrevendo e colorindo as cartinhas, recheadas de carinho, para o bom velhinho que lhes traria presentes na noite de Natal. Mesmo sem ganharem nada daquilo que pediam, eles nunca ficavam com raiva do Senhor. Diziam, justificando o seu lapso:

– Ele não deve ter tido tempo…

E no outro ano lá estavam eles de novo lhe escrevendo, certos de que desta vez, o Senhor viria.

Na escola aprendi que o dia 25 de Dezembro foi criado para comemorar o nascimento de Jesus, o Cristo, que trouxe à humanidade esperança de paz e vida eterna. Nisto eu cresci confuso, pois o que eu sentia e lia nos livros era bem diferente do que eu ouvia dentro de casa. Minha mãe sempre repetindo que Deus não existia, que Jesus era uma invenção dos Homens e que aquela balela de Natal era só uma estratégia do mercado, para vender mais.

Eu vivia um paradoxo interno. Ao mesmo tempo que encarava a realidade na minha frente, nua e crua, não tendo motivos para acreditar no sobrenatural, sentia que uma fé mágica crescia cada vez mais dentro de mim, sem saber explicar ao certo como ela surgiu.

Mesmo minha mãe tendo me criado sozinha, pois meu pai nos abandonou quando eu tinha apenas três anos, eu nunca a vi reclamando dele. Nossa vida não é fácil, o Senhor sabe. Aqui na comunidade é um salve-se quem puder o tempo todo. Mas mesmo aos trancos e barrancos, minha mãe nunca me deixou faltar nada do necessário. Muito menos amor. Aliás, enfrentar as dores deste mundo marginalizado é o que ela mais sabe fazer.

Mamãe diz que não tem crença nenhuma. Eu discordo. Ela não sabe, mas tem muita crença no ser humano. Próximo ao Natal, ela se junta com as amigas para fazer campanha de doação de roupas e brinquedos pelos bairros da região. Aos domingos, acorda cedo (mesmo levantando antes do sol nascer todo santo dia) para fazer almoço para as crianças carentes – de comida, amor e atenção. Se isso não é fé, eu não sei o que é.

Natal é partilha. E o que se partilha, se multiplica. Então eu aprendi tudo o que precisava saber sobre o espírito natalino. Aprendi sobre compartilhar o que se tem, por pouco que seja. Aprendi a ter compaixão, a doer a dor do outro e fazer algo – qualquer coisa – para amenizá-la. Aprendi que quando fazemos o bem, um bem danado fazemos a nós mesmos.

Cresci sem a referência de uma figura paterna. Minha vida sempre foi em torno de mulheres guerreiras, que carregam o mundo nas costas. Mas toda vez que pensava em um pai, pensava em Papai Noel. Não sei explicar muito bem, mas eu acho que tem a ver com as histórias que li sobre São Nicolau, sempre associando com a minha mãe e as crianças que ela cuida. Esse espírito de Natal vive muito forte dentro de mim.

Mamãe que não me ouça, mas eu acredito no Senhor. Não consigo não acreditar. E o meu pedido é que neste e em todos os próximos Natais, o Senhor esteja aqui. Comigo, com a mamãe e com todas as crianças, que o Seu espírito esteja sempre aqui, acendendo essas luzes nas casas e em todos os corações. 🙏🏽🕊️🎅🏻🎄🌟